Loving Vincent será o primeiro longa animado através de pinturas a óleo

      Vincent Van Gogh se descobriu artista um pouco mais tarde do que a maioria dos pintores ilustres que conhecemos, dotado de um estilo único com cores vibrantes e pinceladas marcantes, ele pintou grande parte de suas obras nos últimos anos de vida. Van Gogh era de uma família de classe média alta, chegou a ser negociante de obras de arte como a maioria de seus parentes, por um breve momento seguiu a carreira religiosa, este foi seu caminho profissional até encontrar-se na pintura. Tinha uma personalidade introspectiva, sofreu de depressão e teve momentos de pertubação, o que o levou a cortar um pedaço da sua própria orelha, esta talvez seja a passagens de sua vida mais conhecida, mais até do que o motivo de sua morte.

         Nesta obra, O terraço do café à noite de 1988, podemos observar as pinceladas com camadas grossas, característica do pintor, uma curiosidade sobre a pintura é que Vincent queria retratar a noite sem utilizar a tinta preta.

             Terraço_do_Café_à_Noite

           Noite estrelada de 1989 talvez seja sua obra de maior reconhecimento popular, o movimento do céu retratado por ele é inconfundível, diferente da pintura anterior a cima, esta foi feita de memória.

A_Noite_Estrelada

      Sua história será contada no longa Loving Vincent, será o primeiro longa-metragem de animação feito inteiramente com pinturas a óleo. Dirigido pela pintora e cineasta polonesa Dorota Kobiela e pelo vencedor do Oscar de 2006 com o curta Pedro e o  Lobo, Hugh Welchman, A equipe de produção conta com mais de cem artistas e está com portas abertas para talentos interessados em fazer parte do projeto, aqui, que está para ser finalizado em agosto deste ano. A história terá como base além das pinturas, cartas correspondidas entre Van Gogh e familiares. Assista o trailer.

Autor: M.F. Martins

Fontes:Vozes do Mundo, revistagalileu, Livro,Tudo sobre a Arte, de Stephen Farthing,  pág. 336 e 337.

Fontes imagens:Noite Estrelada, Terraço do Café à Noite

Comentários

comentários