As 7 principais diferenças entre o anime e o filme

Os Cavaleiros do zodíaco fizeram parte da infância de muita gente, inclusive da minha. Foram muitas tardes assistindo-os na extinta rede Manchete, principalmente a saga das 12 Casas, pois reprisava bastante. Todos nós elegemos nossos cavaleiros favoritos, torcendo por ele em cada batalha.

     Quando ouvi anúncios de que o filme iria ser lançado confesso que não fiquei muito animada, quando se trata de transformar um anime, HQ ou cartoon em filme sempre espero o pior, pois tendo a me decepcionar. Desta vez não foi diferente, uma das poucas coisas que achei legal foi o fato de os dubladores serem os mesmo, mas senti falta da clássica abertura Pegasus Fantasy interpretada pela banda Angra. Separei as sete diferenças entre o anime e o filme, confira.

7. Saori Kido como Healer

No anime o cosmo de Saori ajuda os cavaleiros em seus piores momentos, dando-os energia para vencer quando estão na beira da morte. No filme seu poder é um pouco diferente, pois dá a entender que ela é capaz de curar qualquer pessoa, cicatrizando seus ferimentos através  do cosmo emitido por suas mãos, assim como se fosse uma Healer.

6. Miro de escorpião mudou de sexo.

Não achei uma das piores diferenças, mas interfere em uma das regras para ser cavaleiro, no anime não é permitido o sexo feminino, as guerreiras são chamadas de amazonas, mas não podem ser cavaleiros.

5. Contando a verdade em 1 mínuto

Além de Tatsumi ter cabelo, ele conta a Saori toda a verdade sobre sua vida em 1 minuto dirigindo seu carro. Tudo muito rápido. Tenso.

4. O super discurso de Saori

Ela diz que não esta entendo nada, mas que irá protege-los, palmas para o roteiro.

3. A onde está o Dohko de libra?

Está certo que se trata de um filme que adapta uma saga inteira, suprimir algumas coisas faz-se necessária, porém o Dohko de libra apenas é citado em uma frase, poderia ao menos aparecer, a batalha com Afrodite no filme não acontece, mas pelo menos ele da as caras em alguns frames.

2. Shaka de Virgem bonzinho

No anime a batalha contra o Shaka de virgem é coletiva, pois ele é  tão forte que nenhum dos cavaleiros de bronze presentes são capazes de derrotá-lo sozinhos, é quando Ikki aparece e literalmente se mata para derrotá-lo, em compensação no filme o Shaka de Virgem não faz absolutamente nada. Simplesmente os deixa passar interrompendo a batalha de Aioria de Leão.

1.  Máscara da morte na Broadway estrelando Jack Sparrow.

Este para mim foi o maior momento WTH, a casa de câncer em estilo musical, o cavaleiro sai contanto feito uma maluco, com seu visual Sparrow, e rostos coloridos fazendo as backing vocals, acho que confundiram as máscaras e usaram a de Loki, fiquei sem entender por que fizeram aquilo.

No frigir dos ovos, a modelagem 3D é boa, mas no geral se é um filme bom ou ruim, tire seus próprias conclusões, o que dá para dizer, é que poderia ser melhor.

 Autor: M.F. Martins

Imagens utilizadas neste post: cenas do filme a partir do trailer de divulgação.

Comentários

comentários